sábado, dezembro 15, 2007

Rosas

(02/04/04)

Eu vejo rosas,
flores belas,
tão redondas e
tão abertas,
pequenas,
branca fixação.
Nunca vi uma rosa nua,
se abrindo em botão.
Clara Rosa. Bela. Linda.
Tão alva. Tão cruel.


*Mais um poema meu de alguns anos... gosto bastante, acho que acabou saindo melhor do que eu esperava... Eu já havia escrito dois poemas sobre rosas brancas, o que talvez deixeo título (que inventei agora) um tanto tolo....

3 comentários:

D.M. disse...

So esta colocando poemas antigos? Se bem q prefiro os seus antigos q os novos, entao continue postando eles!!! bjos

Vinício dos Santos disse...

o ultimo verso ficou muito bom hein

Bárbara disse...

Belo poema! Também adorei o último verso! ;D

Passando para desejar um Feliz Natal e um 2008 de muitas alegrias!

Abraço!