sábado, janeiro 05, 2008

Os 2 primeiros poemas do ano

Saiba que na vida,
tudo quanto é belo,
tudo quanto é amargo,
se encerra em um mesmo espaço:

- Mulher.



O sofrimento é uma palpebra fechada.
Um homem sem pálpebras adormece?
O domina a temível luminosidade?
Este incrível torpor?
Poemas de amor
me dão sono,
durmo feliz!


* Não dei nome pra eles... na verdade eu tinha já um esboço desses, só que achava ruim, então reescrevi... ainda não ta muito bom, mas...
De qualquer forma feliz ano novo pra todo mundo e tal...

Um comentário:

Dani disse...

Ja começou o ano fazendo poemas...

boa noite pra vc entao!!!!

bjos e vamos ver se essa ano escreve mais aqui ne