quarta-feira, março 06, 2013

Apresentando Daniela Matono


Criei esse blog em 2004, sem saber bem o porquê. Apenas sabia que haviam blogs - alguns amigos tinham - e eu tinha vários poemas para publicar, frutos de muitas inspirações que tive. Com o tempo ele mudou de figura, passei a publicar coisas diversas, listas, resenhas, frases e - ainda - poesias. Sempre tive muito carinho por esse espaço, apesar de muitas vezes o deixar abandonado. Mas é sempre por preguiça, nunca por desprezo.

Acontece que ele sempre foi algo profundamente pessoal meu. Já publiquei coisas em blogs de vários amigos, já tive blogs coletivos literários, já passeei bastante pela internet a fora. Mas esse espaço foi sempre meu e de mais ninguém. Até agora.

Quem me conhece mais afundo sabe que eu tenho vários amigos e alguns poucos e realmente próximos. A Daniela vem sendo minha melhor amiga desde que nos conhecemos em tempos imemoriais e na verdade nunca pareceu ter predileção pela escrita.

Um dia desses, no entanto, ela apareceu para mim com um poema e isso foi o começo de tudo. Ela nunca havia escrito um, mas uma vontade havia surgido nela e ela escreveu e me mandou para que eu fizesse, como ela mesmo disse, "o que quisesse com ele". No final não quis fazer nada. Não achei que eu pudesse melhorá-lo.

Alguns dias depois ela me chamou no skype com uma ideia que havia tido durante uma viagem, dessa vez para um texto em prosa. Essa ela me confiou mesmo,e pediu que eu escrevesse. Adorei a ideia, tanto a de escrever o texto dela, quanto o plot que ela me passou.

Acabamos nos últimos meses trocando muitos textos, ela me mandando poemas prontos que eu não tinha coragem de mexer e eu, tentando transformar algumas ideias dela em uma prosa que as merecesse.

No final acabei percebendo que formei uma curiosa parceria literária e que ela cabia aqui, nesse meu pequeno espaço pessoal. Então de agora em diante, publicarei sempre que tiver, textos que ela me mandar ou textos que ela me inspirar. Pois acho que não conseguiria deixar que esses textos fossem pra qualquer outro lugar que não fosse meu.

Esse aqui é o primeiro dos poemas que ela me mandou e que posto aqui no blog, sob minha tutela.


''Do seu sorriso, minhas homenagens
Da sua fantasia, meus desejos
Do seu sentimento, a minha dor
Suas palavras terminaram algo que nem começou
um ponto final numa historia sem fim.
Tudo novo de novo...
Um fim sem uma historia.''



Nenhum comentário: