quarta-feira, junho 26, 2013

Porque não gosto de futebol

Manifestação em Araçatuba em 18/06/2013

Eu e meus amigos do mestrado aderimos à manifestação e fomos para as ruas de Araçatuba. Muitas frases foram gritadas, mas a que eu mais gostei (e foi a que gritei com vontade) foi "Brasil, vamos acordar, o professor vale mais que o Neymar''. Bem, quem me conhece, pelo menos um pouco, sabe que eu não sou fã de futebol. Não torço para nenhum time! (as vezes gosto de encher o saco de amigos CUrintianos, principalmente do Sr. Arthur, que adora futebol e adora falar de futebol, em especial do seu time) Já tentaram me influenciar para eu virar são paulina, palmeirense e até corintiana! Até ganhei uma blusa do São Paulo, presente de uma amiga corintiana! Só que mesmo assim continuo não torcendo e não gostando muito de futebol. Não sei dizer o porquê nunca gostei, mas eu sei que fico inconformada com essa super valorização do futebol. Deixar bem claro que não sou contra o futebol, mas sim a super valorização e também as brigas entre times. Por enquanto vou focar no primeiro item: Como é que pode no Brasil os jogadores de futebol terem mais prestigio que os professores? Alguns são tão idolatrados e transformados em Deus! Na copa do mundo o Brasil parava para assistir o jogo e ano que vem, como vai ser? Agora gritam para o Brasil acordar, mas nosso povo vai lembrar disso ano que vem? 2014: ano da copa, ano da eleição! Será que o grito de hoje vai virar consciência para votar ano que vem?

____________________________________________

Essa semana a Daniela Matono resolveu escrever sobre sua experiência nas manifestações e acabou por fazer um texto falando porque não gosta de futebol. Espero que tenham gostado.


Nenhum comentário: