domingo, setembro 22, 2013

Mudanças de rumo, mudanças de vida





Olá pessoal, acredito que todas as pessoas que costumam acompanhar o Han - e por incrível que pareça, alguns malucos fazem isso há alguns anos - perceberam a profunda mudança de rumos que se deu no blog no ano que se passa.

Antes de 2013 o Han estava em estado semi-criogênico, tendo tido 2 ou 3 postagens nos 2 anos anteriores. Basicamente o que acontecia é que eu escrevia no blog apenas quando tinha uma motivação profunda demais para poder ignorá-la, a saber, nos últimos dois anos foram - em ordem - minha revolta com a falta de interesse e cultura de meus alunos; a minha profunda paixão pela obra de Will Eisner (que havia se avivado com a leitura de Nova York: A vida na grande cidade) e a venda da Lucas Films para a Disney.

O Han sempre foi um blog com profundos problemas de identidade. Alguns amigos meus possuíram blogs assim e quando quiseram mudar de rumo simplesmente trocaram de blog, resolvendo o problema. Eu nunca quis me separar do Han, talvez seja minha mania de se apegar demais as coisas, talvez seja o nome que é bom demais, não saberia explicar com certeza... O caso é que o Han surgiu como um blog literário, lá em 2005 e no começo só publicava meus poemas, ou seja, nem outros gêneros literários eram contemplados! Depois de um tempo, deslumbrado pela cultura pop e escrevendo textos literários em outro blog (o Quatro Patacas) guiei o Han em outro caminho, virou um blog de resenhas e de comentários sobre as coisas que gostava. Foi divertido, tanto que ainda hoje essa verve do blog aparece de vez em quando (como na resenha que fiz da Graphic novel Turma da Mônica: Laços; ou na lista que fiz sobre As 10 melhores músicas da história dos games), mas não era o caminho do blog, tanto que nessa "fase" várias vezes fiquei longos períodos sem postar... mas sempre voltava, como se o Han fosse parte de mim, e talvez ele seja mesmo.

Até que a Daniela aconteceu. Tá tecnicamente foi a segunda vez que ela aconteceu na minha vida e na verdade nunca deixou de acontecer. Como eu disse no texto em que apresentei ela a vocês leitores, ela veio para publicar alguns textos que havia escrito, os primeiros que escrevera na vida. Veio para isto, mas ficou, tomou conta, me pôs na linha, cobrou esforço e resultados. Trouxe muitas ideias novas e me despertou de novo a vontade de ter um blog, de ser lido, de tocar esse projeto pra frente. E com ela o Han voltou a se firmar em suas origens, como blog de literatura e os contos passaram a tomar a primazia dos poemas (ainda que eu insista neles de tempos em tempos). Como dito no post de comemoração das 100 postagens do blog, nessa toada, estamos ativos o ano inteiro, sem falhar nenhuma semana desde que ela assumiu o barco. Sim, ASSUMIU O BARCO. Se quando a Daniela entrou, a ideia dela era apenas ter uma plataforma para compartilhar seus textos com o mundo, com o passar do tempo ela foi revolucionando esse velho e carcomido blog. Colocar as fotos dos autores do lado, ideia dela. Um dia específico para as postagens, ideia dela. Fazer montagens para ajudar a divulgar o blog, ideia dela. Chamar escritores novatos para "começarem" aqui no blog, também ideia dela. E junto dessas, foram muitas outras que não coloquei aqui. Muitas outras que ainda não colocamos em prática. Basicamente ela trouxe um vento novo e refrescante ao blog, assim como trouxe à minha vida. Hoje, não consigo mais considerar esse blog meu, não, não teria nenhuma vontade de mantê-lo sozinho, como fiz por muitos anos, mantê-lo às moscas, com posts eventuais. Não, hoje este blog é tão dela quanto é meu, tem tanto a cara dela quanto tem a minha. Não consigo pensar de outra que não esta. Então faço neste post especial (aproveitando o final das comemorações das 100 postagens do blog) a oficialização. O que já era de fato fica sendo de direito. Bem vinda Daniela, esta casa é sua!


Um comentário:

Maciel T. disse...

Que fofo o senhor Arthur Malaspina! rsrs
Quando é que vocês casam?